img-principal-acne-anticoncepcional

De uns tempos pra cá a busca por métodos contraceptivos que façam menos uso de hormônios tem crescido drasticamente entre as mulheres no Brasil e no mundo. Entre as principais preocupações que atingem esse público está o risco de trombose, a diminuição do libido, enxaqueca, entre outros efeitos colaterais.

Mas quando a gente fala  sobre isso numa roda de amigas, logo surge um medo em comum entre todas elas: como a minha pele vai reagir a falta da pílula? Isso porque sabemos que ela ajuda no controle dos androgênios, diminuindo a oleosidade da pele e a formação de espinhas.

O que acontece com o corpo quando paramos o anticoncepcional?

A alteração hormonal vai mexer com todo o corpo da mulher, desde mudanças de humor até mudanças físicas no corpo, como mudança de peso, cólicas, etc. O aumento da produção de oleosidade acontece quando a progesterona e os andrógenos voltam a ser produzidos naturalmente pelos ovário e, com isso, surgem as temidas acnes hormonais.

Seu corpo volta a funcionar naturalmente durante o ciclo menstrual, tendo a liberação de uma substância chamada prostaglandina, que é responsável por causar as dores de cabeça, cólica, náuseas e até vômito em alguns casos.

Aumento do libido: o aumento do nível de testosterona na mulher é um importante fator para o desejo sexual feminino. Quando você para de usar um anticoncepcional hormonal, os níveis de hormônio masculino aumentam, melhorando a libido.

Nesse processo, é importantíssimo que ginecologista e dermatologista acompanhem a decisão de interromper o anticoncepcional, para que possam intervir caso seja necessário.

Como cuidar da pele durante esse processo? 

Primeiro é importante entender se sua acne é mesmo hormonal. Então, antes de tudo, consulte seu médico e faça os exames necessários.

Tenha uma rotina de pele que envolva limpeza profunda, hidratação e remédios tópicos para acne.

Mas como assim hidratação, Papo de Beleza?? Na pele oleosa e com espinha?

SIM.

Pele oleosa precisa repor água. Quanto mais ressecada, mais ela produz sebo. E a espinha ressecada descama e gera cicatrizes com mais facilidade.

Aproveite a onda dos séruns manipulados e converse com sua dermatologista para desenvolver uma fórmula que ajude o SEU CASO.

#édica: óleo de prímula, óleo de linhaça e óleo de groselha negra tem sido usados pra controlar os sintomas da TPM e, quem usa, garante que são excelentes aliados! 😉

Sem Comentários

Com proteção solar não se brinca, né? É por isso que os laboratórios da ROC estão sempre trabalhando pra desenvolver fórmulas gostosinhas pra pele, que sejam fáceis de espalhar e absorver e que PROTEJAM MUITO BEM. Pra ter tudo isso,…

Homens costumam ser mais práticos e não perder muito tempo de frente pro espelho. Mas isso não quer dizer que eles não se cuidem, ao contrário, quer dizer que sua rotina de beleza precisa ser mais específica e pensada pra…