img-principal-post-stephen-knoll

Toda vez que chega uma marca ou produto novo a gente vai correndo testar! Fizemos o mesmo com os produtinhos da Stephen Knoll e, para nossa grande surpresa, os produtos mais que superaram nossas expectativas.

Pensa em um cabelo SEDOSO, macio, cheiroso, com aparência de SUPER reparado e sem pontas duplas? Foi exatamente essa a sensação que TO-DAS as meninas de equipe Época tiveram depois de usar os produtos. Por isso fazemos questão de levantar a bandeira da marca e contar um pouquinho mais pra vocês sobre cada linha.

Resumão da marca:

Stephen Knoll é um dos cabeleireiros mais respeitados de New York, responsável pelo visual de diversas musas e celebridades internacionais. Com o desejo de criar uma linha que atendesse às necessidades de mulheres do mundo inteiro, ele se uniu à Kosé Corporation, uma das maiores fabricantes de cosméticos do Japão.

Toda a linha foi desenvolvida considerando a diversidade de raças e diferentes tipos de cabelos, com intuito de deixá-los mais saudáveis e hidratados, independentemente da cor ou estilo dos fios.

Linha Rich Moist: indicada para cabelos volumosos e com pouca definição, sejam eles lisos, crespos ou cacheados. Age repondo a hidratação essencial para combater o frizz e controlar os fios rebeldes sem deixá-los pesados.  Ele devolve a maleabilidade e proporciona alto brilho aos cabelos. Desembaraça, condiciona e fortalece os fios, deixando o cabelo protegido contra umidade e hidratado na proporção exata para reduzir o volume excessivo.

Linha Color Repair: para cabelos com coloração. Desenvolvida para evitar a oxidação da cor na fibra capilar enquanto trata e mantém os níveis de hidratação. Essa linha sela as cutículas das fibras capilares, evitando a perda dos pigmentos e protegendo os fios do estresse causado pelos raios UV e outros agentes oxidantes que desgastam a fibra capilar. Ótimo pra quem precisa que a cor do cabelo se mantenha viva e brilhosa por mais tempo!

Linha Silky Smooth: indicada para cabelos secos, é a linha de cuidados intensivos da marca. Atua na revitalização tanto de cabelos normais como secos/danificados, recuperando a elasticidade dos fios ao mesmo tempo que o fortalece e recupera dos danos causados por instrumentos térmicos, processos químicos e fatores externos. Devolve o brilho, a maciez e vida dos cabelos.

Agora que conhece um pouquinho sobre cada linha, já pode escolher a sua e fazer suas comprinhas. Se joga! 

 

Sem Comentários
img-principal-post-hidratacao

Hidratar significa repor a água do cabelo. Pode parecer um tratamento simples, mas é super importante pra saúde das nossas madeixas. Se você é uma pessoa que não faz químicas, não usa muito secador e chapinha e tem um bom hábito de cuidados com os fios, provavelmente seu cronograma capilar está repleto de produtinhos de hidratação, pois quanto menos danificado o cabelo, menos ele vai precisar de outros tratamentos mais potentes como, por exemplo, a reconstrução.

Como saber se um produto é hidratante?
Pra distinguir os produtos e saber montar o seu cronograma, é preciso observar alguns pontos:

#1: se o rótulo do produto tem as palavras “hidratante/hidratação” ou “moisture” ele provavelmente tem a função de reposição hídrica.

#2: de olho nos ingredientes! Os produtos hidratantes são geralmente compostos por “extratos”, como por exemplo extratos botânicos: aloe vera, algas, frutas e de plantas como babosa e jaborandi. Além disso, glycerin, glicol, gliceryl, cetyl alcohol e panthenol também são ingredientes ótimos para hidratação!

#3: observe como a máscara performa no seu cabelo. Máscaras de hidratação deixam o cabelo muito leve, solto e brilho. As de nutrição geralmente deixam um poquinho mais macio e “denso”, você sente como se o cabelo estivesse mais pesado mas não necessariamente oleoso. Já as máscaras de reconstrução deixam os fios mais encorpados e resistentes, geralmente ficam até mais difíceis de pentear.

Agora que você já sabe a importância da hidratação, é só escolher seus produtinhos preferidos no site! 😉

Sem Comentários
img-principal-post-nutricao

Nutrição: é a etapa queridinha do cronograma capilar. Isso porque esse é o tratamento capaz de devolver nutrientes pro nosso cabelitcho e dar fim ao frizz e ao ressecamento.

Como saber se meu cabelo precisa de nutrição?

A nutrição dos cabelos é um fator muito importante para beleza das nossas madeixas. Quando desnutridos, os fios tendem a cair mais, ficam fracos e sem vida. Além disso, a desnutrição prejudica a retenção da hidratação dentro da fibra, fazendo os cabelos aparentarem muito mais ressecados, volumosos, indefinidos e sem brilho.

O que a nutrição faz?

Essa etapa é responsável por devolver os lipídios da fibra capilar, ou seja, a oleosidade natural do nosso cabelo. Por isso muitas meninas adoram fazer um tratamento chamado “UMECTAÇÃO” nessa etapa. A umectação é um banho de óleo vegetal nos cabelos para devolver aos fios sua umidade natural e, como consequência, transformar o seu cabelo em madeixas bem hidratadas, uma verdadeira cabeleira macia e brilhosa.

Como fazer?

Procure produtos máscaras com aminoácidos, manteigas vegetais, óleos vegetais ou ceramidas. Se você optar por fazer umectação com óleo, é importante ressaltar que os óleos utilizados precisam ser vegetais, como de oliva, gérmen de trigo e aveia, e devem ser virgens. Não podem ser óleos refinados, ok? Porque durante o refinamento industrial os óleos perdem todas as substâncias benéficas para os cabelos. Escolha por exemplo o azeite extra virgem e o óleo de coco, que são de muito fácil acesso.

Você também misturar algumas gotinhas do óleo na sua máscara de nutrição se a ideia de encher o cabelo de óleo por algumas horinhas não te agrada! 😉

#édica: cabelos ressecados ou cacheados devem fazer nutrição de 1 a 2 vezes na semana.

Gostou das dicas? Pra aprender também sobre RECONSTRUÇÃO CAPILAR é só clicar aqui.

Sem Comentários
img-principal-post-lowpoo

Já ouviu falar que as técnicas No e Low Poo são ótimas para manter os cabelos lindos (principalmente os cacheados) mas não sabe bem o que é, como começar e quais produtos usar? Então esse post é pra você.

#1 O que é Low Poo?

No poo e low poo são técnicas de lavagem capilar que significam “sem shampoo” e “pouco shampoo”, respectivamente. Também podem ser traduzidas como “sem espuma” e “pouca espuma”. O objetivo dessa técnica é limpar o cabelo da maneira mais suave possível, sem fazer uso de agentes químicos como sulfatos e petrolatos que removem toda oleosidade natural do cabelo e ressecam a fibra capilar.

A técnica foi desenvolvida por Lorraine Massey, cabeleireira e cofundadora da marca Deva Curl, e hoje é utilizada no mundo inteiro.

#2 O que é proibido em cada técnica?

Além dos sulfatos, que são agentes químicos de limpeza, a técnica abre mão do uso de qualquer produto que contenha petrolatos e silicones . Por quê? Ambos são ingredientes também químicos e que não agregam nenhum benefício real aos cabelos. Eles agem apenas como uma maquiagem na superfície dos fios, deixando-os bonitos e brilhosos por algum tempo, até que você lave os cabelos novamente.

O outro fator que proíbe o uso desses ingredientes na técnica é que eles só podem ser removidos justamente com o uso de sulfatos fortes. Caso contrário, eles acumulam no cabelo deixando um aspecto emborrachado e opaco.

Derivados do petróleo – proibidos nas duas técnicas (No e Low Poo):
Petrolatum (Petrolato); Mineral oil (Óleo mineral); Parafinum (Paraffin, Parafina); Parafinum Liquidum; Vaseline (Vaselina); Isoparaffin; C13-14 Isoparaffin; Dodecane; Isododecane; Alkane (Alcano); Cera Microcristalina (Microcrystalline Wax); Hidrogeneted Polysobutene.

Sulfatos pesados – proibidos nas duas técnicas (No e Low Poo):
TEA Lauryl Sulfate; Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate; Sodium Laureth Sulfate; Sodium Lauryl Ether Sulfate; Sodium Laurisulfate (Sodium Lauryl Sulfate); Sodium Myreth Sulfate; Sodium Trideceth Sulfate; Sodium Coco-Sulfonate; Sodium Sulfate Coconut; Sodium 2, podendo ser complementado com Tridecyloxy, Ethony e Ethyl Ester Sulfate; Ethanol 2, podendo ser complementado com Tridecyloxy, Ethony, Hydrogen Sulfate e Sodium Salt; Sodium Tridecyl Sulfate Ether Ethanol; Sodium Tridecyl TRI (Oxyethyl); Sodium Alkylbenzene Sulfonate; Alkylbenzene Sulphonate; Ammonium Lauryl Sulfate; Ammonium Laureth Sulfate; Ammonium Lauryl Ether Sulfate; Ammonium ou Sodium Xylenesulfonate; Ammonium Laureth; Tridecyl Polyoxyethylene Sodium Sulfate; Lauryl Sulfate; Myristal Ether Sulfate; Sulfonato de Sódio Olefina C14-16 (Sodium C14-16 Olefin Sulfonate) e TEA Dodecilbenzenosulfonate (O último é proibido quando presente na composição de shampoos e liberado quando na composição de condicionadores, máscaras ou leave-ins).

Sulfatos leves – liberados para Low Poo e proibidos para No Poo
Sodium Cocyl Isethionate; Sodium Lauryl Sulfoacetate; Sodium Cocoyl Glycinate; Sodium Lauryl Glucose Carboxylate; Sodium Socoyl, ou Lauryl/Lauroyl, Sarcosinate; Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate; Dioctyl Sodium Sulfosuccinate, também conhecido como Aerossol-OT ou AOT; Decyl Glucoside Poly Carboxylate; Sodium Methyl 2-Sulfolaurate/Disodium Sulfolaurate; Methyl Cocoyl; Lauryl Taurate; Pluronic e Tetronic surfactantes; Poliglucosídeos (Polyglucosides); Sodium Lauryl Sulfoacetate; Disodium Laureth Sulfoccinate;
Sodium Lauroyl Sarcosinate; Distearoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate; Cocobetaine;
Cocamidopropyl Betaine; Cocabetaine; Cocoamphopropionate.
Silicones insolúveis – liberados para Low Poo e proibidos para No Poo
Amodimethicone; Cetearyl Methicone; Cetyl Dimethicone; Cyclomethicone; Cyclopentasiloxane; Dimethicone Crosspolymer; Vinyl Dimethicone; Vinyl Dimethicone Crosspolymer; Dimethicone; Methicone Silsesquioxane Crosspolymer; Crosspolymer Dimethiconol; Stearyl Dimethicone; Trimethylsilylamodimethicone; Simethicone;
Polydimethylsiloxane; Methicone; Phenyl Trimethicone; Dimethylpolysiloxane; Bis-Aminopropyl Dimethicone; Dimethiconol; Behenoxy Dimethicone; Stearoxy Dimethicone; Propoxytetramethyl Piperidinyl Dimethicone (PTMPD).

Além disso, não é indicado também o uso de Parabenos, que são ingredientes utilizados para conservar as fórmulas. Não por fazerem mal aos cabelos, mas por ter estudos que comprovam que esse ingrediente é maléfico para a saúde e está associado ao câncer.

#3 Como começar a prática No / Low Poo?

Já comprou todos os produtinhos liberados pra técnica? Então comece limpando uma última vez com um shampoo de limpeza profunda, com sulfatos pesados, para remover todo e qualquer resíduo de petrolatos e silicones que tiverem na sua fibra capilar. É importante que esse shampoo não contenha óleo mineral, parafina líquida, isoparafina, petrolatos, vaselina, dodecano, isododecano e alcano.

Depois você já pode prosseguir com um condicionador liberado para a sua técnica e finalizar os cabelos.

#4 Por que fazer essa técnica? 

Seguindo a técnica No / Low Poo você trata os cabelos sem usar maquiagens ou químicas que agridam e ressequem os fios. Seus cabelos ficarão muito mais macios, brilhosos e nutridos.

Todos os óleos vegetais estão liberados para umectação.

Ficou com alguma dúvida? Pergunta pra gente aqui no Blog ou no Instagram. 😉

Sem Comentários
img-principal-post-3-finalizacoes

Quer descobrir os cabelos que estão fazendo a cabeça das famosas nesse 2018? Então vem:

fotos-post-tipos-de-cabelo-messy-hairO Messy Hair é, literalmente, um cabelo bagunçado, no estilo bem “podrinho” mesmo. Essa finalização é super moderna e descolada, além de passar uma atitude super poderosa, total girl power.

Pra conquistar esse visual, você pode se jogar sem medo nesses produtos:

– Lee Stafford Beach Babe Sea Salt Spray: ele é um gel texturizante de fixação leve, ao mesmo tempo que fixa permite que o cabelo continue com um movimento bem natural e “selvagem”.

– Pó Texturizador L’Anza: ele dá textura e volume até nos cabelos mais finos, serve para ser usado tanto no comprimento e pontas quanto diretamente na raiz. Além do volume e textura, ele ainda proporciona um acabamento matte super moderno.

 

fotos-post-tipos-de-cabelo-sleek-hairO Sleek Hair é um modelinho extremamente moderno e sensual. Hit das passarelas e na cabeça das modelos e atrizes, o sleek hair é um cabelo bem alinhado e rente ao couro cabeludo, com um certo aspecto de gel com acabamento molhado.

Pra esse penteado, use:

– Gel Tecni Art Fix Max 6 da L’Oréal Professionnel: ele é poderoso, proporciona sustentação e firmeza por longas e longas horas para o seu Sleek Hair.

– Spray Condicionador Brume Sublimatrice da L’Oréal Professionnel: ele dá muito brilho e maciez em um só instante, deixando o cabelo com um aspecto maravilhoso de polimento.

 

fotos-post-tipos-de-cabelo-swag-hairO Swag Hair é uma reinvenção do queridinho long bob.  Ele é formado por camadas frontais desconectadas no comprimento, que dão volume e movimento às madeixas. Para finalizar esse cabelitcho, invista no produtinho abaixo:

Tecni.Art Full Volume Force 5: ele dá volume aos fios e reforça o movimento das ondas e/ou cachos.

 

 

 

 

E aí, já sabe qual combina mais com você? Conta pra gente! ❤

Sem Comentários